(Re)Conhecendo a Amazônia Negra encerra dia 30

Numa tarde tranquila e pouco movimentada admiramos a exposição (Re)Conhecendo a Amazônia Negra: povos, costumes e influências negras na floresta, da fotógrafa Marcela Bonfim. A acolhida feita por ela e pelo idealizador do Espaço Cujuba, Dom Lauro, não podia ser melhor com um cafezinho e um dedinho de prosa entramos em uma outra dimensão.  

Um lugar especial para uma exposição cheia de referências. (Re)conhecendo a Amazônia Negra teve início no dia 23 de maio e há quase um mês emociona as pessoas que visitam o Espaço Cujuba. Em cena trinta e três histórias diferentes e um único destino: a Amazônia.

Marcela Bonfim trouxe um trabalho diferenciando aos moradores de Porto Velho e soube transmitir de forma sensível o seu olhar sobre o tema. A pedagoga Priscila Costa visitou o espaço e teve a oportunidade de conversar com a fotógrafa descobrindo como cada registro foi feito, além de outras curiosidades. “Achei as imagens muito expressivas além de ser muito emocionante sendo contada por ela as histórias. Me apaixonei pela arte e de ela estar fazendo esse resgate cultural da raça negra querendo mostrar para a população que nós somos um só”, revela Priscila.

Marcela conta que o trabalho surgiu de forma inesperada e faz parte de um longo processo de autoconhecimento e aceitação que partiu de sua reflexão pessoal. “Esse projeto saiu de uma volta por cima, porque eu fiquei muito frustrada, é uma história complexa”. As fotos fazem parte de um vasto acervo fotográfico das andanças de Marcela por quilombos, comunidades ribeirinhas e indígenas da região amazônica. Os registros revelam os costumes, crenças e forma de viver dos povos que vieram para esta região. 

As imagens despertaram na arqueóloga Emanuella da Costa Oliveira a vontade de investigar as origens da população negra na Amazônia, tendo em vista que ela não tem conhecimento de uma pesquisa profunda neste sentido. “A gente percebe que o assunto é amplo e eu achei linda a exposição. Eu só visitei um quilombo na minha vida, de forma indireta digamos assim, não me aprofundei, não conheci tanto e as fotos me abrem outros olhares e começo a perceber que perdi a oportunidade maior de ter investigado um pouco mais sobre”, diz Emanuella. Marcela Bonfim afirma que este é só o início deste trabalho que promete ainda muitos desdobramentos.

Quem ainda não visitou (Re)Conhecendo a Amazônia Negra: povos, costumes e influências negras na floresta, pode aproveitar até o dia 30 de junho. Para visitar em grupo é só entrar em contato pelo email: reconhecendoamazonianegra@gmail.com e agendar o horário. A exposição é feita em parceria com o Sesc Rondônia.

Marcela e a fotografia

Formada em economia, a paulista Marcela Bonfim não pensava em ser fotógrafa, mas vir para a Amazônia a inspirou e investiu em uma câmera fotográfica. Autodidata e curiosa aprendeu na prática a captar o que achava interessante e revela que apurou o olhar com o tempo, tendo descartado muitas fotos antigas que poderiam até ser bacanas, mas não sabia ao certo como fazer essa avaliação.

Hoje as lentes de Marcela ultrapassam a fronteira da arte e provoca admiração e respeito por onde passa. É difícil ficar indiferente as suas imagens. A fotógrafa conta que selecionar as fotos para compor a exposição foi uma tarefa complicada. “Havia muitas fotos que eu queria colocar e não entraram”. Para quem visita a mostra é perceptível o cuidado com a escolha das fotos e cada uma desperta o desejo de saber a história da pessoa ali retratada.

Conheça um pouco mais sobre a trajetória de Marcela Bonfim no site http://www.marcelabonfim.com ou na entrevista que fizemos para o Porto Cultural.

Serviço
Exposição fotográfica (Re)Conhecendo a Amazônia Negra: povos, costumes e influências negras na floresta
Período de visitação: até 30 de junho
Horário: 8h às 17h
Agendamento em grupo através do e-mail: reconhecendoamazonianegra@gmail.com
Entrada gratuita
Classificação: livre
Local: Espaço Cujuba
Endereço: Rua Prudente de Morais, 2449 – Centro (próximo ao TRT)

 


Compartilhe


Comentários

Agenda por categoria

Veja a agenda de eventos de uma categoria específica.