O samba de Rondoniana, meu dengo

O samba tomou conta do Teatro Guaporé no sábado (28), durante a apresentação do espetáculo “Porto Rondoniana, meu dengo” com Ernesto Melo e A Fina Flor do Samba. O projeto do grupo Diz-farça foi um dos contemplados com o Prêmio de Música Zezinho Maranhão e em aproximadamente duas horas apresentou músicas de compositores locais e grandes sucessos do samba raiz nacional. 

Sílvio Santos, um dos maiores conhecedores do cenário musical de Porto Velho apresentou os músicos Ernesto Melo, Barney, William Coimbra, Carlinhos Maracanã, Caratê, Beto Ramos,  Nicodemos e Ernesto Melo ao palco e envolveu o público contando algumas curiosidades do grupo. Além de apresentar o espetáculo também compartilhou o palco com Ernesto Melo e a Fina Flor do Samba. E para completar o show teve a presença da “Bailarina da Praça” mostrando todo seu gingado.

Além de Porto Velho o espetáculo “Porto Rondoniana, meu dengo” será apresentado no interior em cidades como Rolim de Moura e Ji-Paraná, já que o edital é de circulação estadual.

Homenagem 

“E em teu leito eu amanheço

O sol batendo na pestana

Merecer na noite fria, aquecer-me em tua cama

Num dia de solidão

Sonhar que você me chama

Pra saber qual é o gosto que tem a Rondoniana”

Os versos da música “Porto Rondoniana” interpretada por Gina Beta, filha de Zezinho Maranhão ganharam força com os aplausos da plateia e trouxe o saudosismo do compositor que tanto cantou as belezas da Amazônia e representou a cultura de nosso estado em outras regiões.

Professor Chiquinho, irmão de Zezinho, contou a trajetória do músico e compositor desde sua chegada a Rondônia durante a abertura do evento. Em entrevista ele falou da importância desse edital para o fomento da música local. “Tanto o nome do edital, que é uma coisa muito boa, como o fato dos amigos dele estarem concorrendo e ganhando o prêmio, poder fazer seus shows e com certeza se ele estivesse aqui, ele estaria compartilhando dessa alegria com todo mundo”.  

Zezinho Maranhão foi assassinado em 7 de dezembro de 2013 e sua morte trágica comoveu os fãs do cantor. Chiquinho agradece a homenagem.”Um gesto desse de reconhecimento, de carinho enobrece, ele limpa qualquer qualquer pensamento, qualquer coisa de ruim e traz ele para o ponto que ele é, simples, mas muito grande artista que ele é e grande pessoa”.

Editais Sejucel

Em 2016 a Superintendência da Juventude, Cultural, Esporte e Lazer – Sejucel lançou dois editais de fomento a produção cultural abrangendo todo o Estado de Rondônia. O primeiro Prêmio de Música Zezinho Maranhão e Prêmio Lídio Sohn de Audiovisual. De acordo com o superintendente da Sejucel, Rodinei Paes, a proposta é continuar e buscar melhoramentos para os editais, contemplando outros segmentos como dança, teatro e literatura.


Compartilhe


Comentários

Agenda por categoria

Veja a agenda de eventos de uma categoria específica.