Chicão Santos e a contribuição a cultura rondoniense

Chicão Santos

Chicão Santos durante a passeata do Encena na Rua em 2014

A história do multitarefas Chicão Santos se confunde com a cidade. Diretor teatral, palhaço, ator, diretor e fundador do grupo “O Imaginário”, agitador cultural e desenvolvedor de importantes projetos para a cultura rondoniense.

As iniciativas de Chicão Santos

Desde  1978, Chicão Santos se empenha na promoção de eventos que fortaleçam as ações da classe artística no Estado. Sua trajetória teve início em Cacoal em iniciativas que visavam as artes cênicas na cidade. Uma das paixões de Chicão é o teatro de rua, conforme conta na entrevista cedida ao site www.artistasderua.com.

Hoje Chicão Santos comemora seu 54º aniversário e continua na busca de alternativas para alavancar a cultura rondoniense através dos seus projetos desenvolvidos pelo grupo “O Imaginário”. Em julho Porto Velho poderá conferir a Mostra Tapiri 2017 e o  retorno do Festival “Amazônia Encena na Rua”, que reúne artistas de todo o Brasil, projetos que levam a assinatura desse mestre da arte.

Formação

Uma preocupação de Chicão Santos é a formação de novos atores. Muitos artistas que atuam na região já passaram por oficinas gratuitas oferecidas pelo grupo O Imaginário.

Projetos

Selecionamos alguns projetos que levam a assinatura de Chicão Santos na direção.

Amazônia Encena na rua
O Festival foi criado para reunir os grupos da Amazônia e tem como eixos principais a capacitação de artistas, o debate e o momento de apresentações em espaço público com espetáculos para todas as idades. Este ano o Festival Amazônia Encena na Rua será realizado de 24 a 30 de julho. Confira o vídeo referente o Festival produzido em 2011.

Filhas da Mata

A representatividade das mulheres ribeirinhas e memórias do seringal presente no espetáculo “Filhas da Mata” levou a história de Rondônia há várias partes do Brasil. O espetáculo participou de importantes projetos como VII Mostra latino americana de teatro de grupo e Palco Giratório 2010. Confira no vídeo a participação do grupo no na Mostra Latino Americana.

Empoderamento feminino

Os projetos tem um ponto em comum, trazer a tona a importância do resgate de histórias e tradições locais, além do empoderamento feminino através de histórias onde as mulheres são as principais protagonistas. Caso de “As mulheres do Aluá” e do espetáculo cenopoético “A Arma da Mulher é a Língua”.

Pesquisa

A pesquisa pelas comunidades do Baixo Madeira resultou no documentário “Quilombolas veias negras do Guaporé”, que resgata a história dos negros ao longo do Vale do Guaporé valorizando as suas origens e tradições.

Essa é uma pequena síntese da dedicação de Chicão Santos para o povo rondoniense. Além de construir um espaço que abriga artistas do Brasil e do mundo e generosamente coloca seus dotes culinários em ação para os convidados. É por essa trajetória de contribuição com a cultura local que nós da equipe Agenda Porto Velho não podíamos deixar de felicitar esse ativista tão importante para nossa região. Parabéns Chicão Santos que venham muitos anos de dedicação com a nossa história.


Compartilhe


Comentários

Agenda por categoria

Veja a agenda de eventos de uma categoria específica.